Wednesday, August 11, 2010

On the Road

Quatro amigas. A M chega já na 5a-feira. No Sábado temos voo para Chicago. A S e a P chegam a Chicago no Sábado à noite. The Windy City. Chicago e arquitectura. Chicago e blues. Chicago e o início da Route 66. The road-trip, from Chicago to LA. A América de Illinois, Missouri, Kansas, Oklahoma, Texas, New Mexico, Arizona, California, oito Estados. Quatro amigas. Três máquinas fotográficas. Quer dizer, eu levo três máquinas fotográficas. Não sei quantas elas vão trazer. No meu imaginário, vamos num carro tipo Ford Landau, desbotado e ferrugento, por vezes descapotável. Na realidade, talvez seja melhor alugar um SUV todo-conforto, mais que todo-terreno, e muito espaçoso. No meu imaginário, paramos em tudo o que é letreiro vintage para fotografar e viajar no tempo. Slow travel. Paramos em todos os road-side cafés e motéis, gas stations e mom-and-pop stores, restaurantes e bares, onde também param os harley-davidsons e os truck-drivers. Paramos nas reservas dos Índios Navajo e de tantas outras tribos que deambularam pelas Great Plains desta vasta América. Paramos em cidades industriais, fantasmas da Great Depression, e pensamos em John Steinbeck. The Mother Road. Paramos onde os nossos imaginários e fantasias nos fizerem parar. Mas na realidade, temos pouco tempo e temos que ser muito selectivas. No meu imaginário, apareço com um guarda-roupa muito hard-rock, muito harley-davidson. Easy Rider. Outras vezes, apareço num estilo country-edgy. Na realidade, vou andar sempre de shorts e t-shirts, roliça como sempre. O meu imaginário é complexo e sinuoso, repleto de referências, tantas referências. O meu imaginário alimentou-se ao longo dos anos de livros, filmes, personagens. A realidade fica sempre sempre aquém do meu imaginário. Assim de repente até pode parecer que na realidade nem estou entusiasmada com a viagem. Mas estou! O imaginário e a realidade terão momentos de encontro e disso se faz a viagem. A viagem, the road-trip. Road-trip encaixa melhor no meu imaginário. On the road, oito Estados. 4000 km. Quatro amigas. Três máquinas fotográficas. É quanto basta para fazer a Route 66.

Labels:

6 Comments:

Blogger Andorinha said...

Isso e umas belas dicas do final do Filme: Elisabeth Town: http://www.imdb.com/title/tt0368709/

Tem a mesma rota q tu, com o MUST do!
Try it ;)
Ai se inveja matasse!!!!

:D

BEIJOS

12 August, 2010 01:15  
Anonymous Anonymous said...

Quem me dera... Espero pelo diário de viagem.

12 August, 2010 18:19  
Blogger Paula Monteiro said...

Cláudia
As "Meninas da Solum"in Coimbra, estão a ultimar as Valises.Tomei a liberdade de postar o teu texto devidamente identificado no meu blog.Espero não te importes.
Andei por aqui a procurar como posso seguir o teu mas não encontrei,deve ser da tremedeira de tamanha aventura.Até amanhã in Chicago.Beijos

12 August, 2010 21:45  
Blogger Giza said...

o teu imaginário é igualzinho ao meu, que coincidência e, como te disse, essa é a viagem que eu tanto ambiciono fazer há anos .... fico à espera dos relatos que absorverei, certamente, com avidez ... que tenham uma excelente viagem!!!

Maria Ralha

15 August, 2010 20:06  
Blogger Unknown said...

Fantastico este post!!!
Espero que tenha sido tudo ou mais do que o teu imaginario previa....

De vez em quado gosto de regressar aos blogs.. que saudades..
Bjs**

01 September, 2010 10:42  
Blogger Sinapse said...

:)

01 September, 2010 23:53  

Post a comment

<< Home

Newer›  ‹Older