Thursday, April 16, 2009

um post pessimista

Vou ser politicamente incorrecta, aliás incorrectíssima, e retrógrada, vou usar a expressão terceiro mundo. Só para poder dizer que Portugal está na União Europeia mas, the way I see it, em vez de evoluir com a Europa está cada vez mais terceiro-mundista. Nos hábitos de consumo, em escalada desenfreada. No uso e abuso de crédito, selvajaria irresponsável. Na proliferação de estádios, mega centros comerciais e hiper-mercados. Na qualidade dos meios de comunicação, em teor e prática. Na forma como se faz política, populista e redutora. Na criminalidade, em forma e em crescendo. Na ignorância gritante, que grassa livremente lado a lado com o facilitismo nas escolas e a arrebanhadura nas Universidades. Na mentalidade pequenina e mesquinha que traspassa todas as esferas da vida nacional. E ainda num certo sebastianismo que perdura. Ai, que dor de alma ...
Patriota sentimentalona, não admito que ninguém diga mal de Portugal, mas ao mesmo tempo, com a perspectiva que a distância oferece, vou testemunhando a deterioração do País. É triste que em Portugal seja cada vez mais profundo e largo o fosso entre o que nos coloca genialmente na dianteira e o que nos vai afundando em miserável regressão. A dicotomia terceiro-mundista neste País à beira-mar plantado.
E não me venham cá dizer que a Espanha também ... eu sou portuguesa, não sou espanhola, quero lá saber se a Espanha padece dos mesmos males. Ora, como se isso legitimasse esta degradação gradual do nosso País.
Talvez Portugal precise de uma transfusão de sangue. Ou de fechar para obras. Ou talvez isto seja apenas um post pessimista.

11 Comments:

Anonymous Anonymous said...

E sabes o que é mais revoltante e sufocante? Ouvir esta frase, a cada tentativa de mudança, nem que seja nos pequenos detalhes: "Bah! Sua utopista!"

E nem de propósito: http://a-agora.blogspot.com/2009/04/atmosfera-sufocante.html

16 April, 2009 17:17  
Blogger anamoris said...

Tu descreves lindamente tudo o que se passa neste país, tens uma visão realista de toda a situação. Mas morar aqui e continuar patriota, só mesmo pelo Sol e o Mar, e mesmo assim temos de fazer um grande esforço
Faz bem deitar sentimentos antigos para fora.
Beijos

16 April, 2009 18:35  
Blogger Carlota said...

Tenho um problema. Agora já não me lembro do que vinha aqui comentar hoje à tarde...
O post está bom, está óptimo. Mais do que pessimista, é realista. (E acho, agora, que era mesmo isso que eu queria dizer.)

16 April, 2009 22:08  
Blogger António Conceição said...

Eu só não percebo por que é que qualifica de pessimista uma descrição que se limita a enunciar com lucidez a triste realidade portuguesa.

17 April, 2009 12:27  
Blogger rafaela said...

Um retrato preciso deste Portugal. No outro dia ouvi alguém dizer "são os portugueses que votam", são os portugueses que se endividam, são os portugueses que vivem para além das suas posses, são os portugueses que facilitam e são outros que aderem a facilidade, mesmo que não todos, a maioria. E nada muda porque quase ninguém manifesta sua indignação e ainda menos faz qualquer coisa para que algo mudo, talvez D. Sebastião.

Bom fim-de-semana*

17 April, 2009 16:26  
Blogger Ck in UK said...

assino em baixo!

18 April, 2009 16:51  
Blogger Pitucha said...

Muito triste, de facto!
Beijos

20 April, 2009 15:18  
Blogger DMNY said...

ainda bem que nem preciso de te mandar email a dizer como estão as coisas...
bj

21 April, 2009 15:42  
Blogger calamity jane said...

Acho que te vou linkar...

21 April, 2009 19:56  
Blogger Sinapse said...

Por quem sois, Calamity J! ... linkai, linkai sem hesitações! ;)

21 April, 2009 21:27  
Blogger ACP said...

... gostava de "te saltar em cima", de dizer q estás profundamente enganada, que... mas não posso, não consigo mentir assim!

Portugal interiorizou o discurso da tanga, os portugueses padecem de um sentimento de inferioridade, o que vem de fora é q é bom. Aliado a tudo isto vem o facilitismo com que se obtêm 1000€, que na maior parte das vezes são usados na aquisição de bens supérfluos (o que interessa é combater o sentimento de inferioridade com aparências); é igualmente fácil atingir o ensino superior e não menos fácil concluí-lo com o grau de mestre! Sim, agora seremos um país de mestres!

Por tudo isto, pq a corrupção continua a crescer, pq o chico-espertismo impõem-se, pq... estamos mmo na cauda da Europa!

Qq dia o Sol o o mar não serão suficientes para prender os "utopistas", mas até lá...


Beijinhos

10 May, 2009 17:35  

Post a comment

<< Home

Newer›  ‹Older