Wednesday, January 20, 2010

Travel Log - Lima-Bogotá-Caracas - diário de viagem de trabalho

Segunda-feira passada, trabalhar de manhã, sair cedo para o aeroporto, NY-Lima, voo longo, chegar a Lima pelas 23h00. A cidade vislumbrei-a apenas de relance, de dentro do táxi, do fundo do meu cansaço, no caminho entre o aeroporto e o Hotel. Check-in, deitar muito depois da meia-noite, e já é Terça-feira, acordar às 6h30, reuniões, aeroporto, voo Lima-Bogotá, chegar a Bogotá pelas 17h00. Ufa, umas horas de sossego, sem reuniões. O Hotel, fantástico, um consolo, para compensar das poucas horas de sono da noite anterior. Surpreendeu-me Bogotá. Inesperadamente interessante. Para além disso, convém não esquecer, Bogotá é cidade com alto índice de criminalidade. Mas não na Zona T. Nessa primeira noite, fomos explorar a Zona T e Tenho a dizer que muito agradável, lojas alternativas, restaurantes, galerias de arte, buenísimo! No dia seguinte, Quarta-feira, reuniões atrás de reuniões, ainda pensei que ia conseguir visitar o Museu Botero na curta hora de almoço, mas não houve tempo. Nessa noite, jantar no indescritível Andres DC. Talvez o website do outro restaurante do Andres - Andres Carne de Res - vos renda uma pequena ideia do fabulástico espaço. E no dia seguinte, Quinta-feira, madrugar, madrugar. Alvorada às 4h45, para o aeroporto, voo Bogotá-Caracas, chegar a Caracas ao meio-dia, fazer o check-in no Hotel e sem demoras partir para uma tarde de reuniões. Mais uma vez, o Hotel serviu de consolo. O jantar foi só um petisco, no rooftop do Pestana Caracas. Pois depois de ter madrugado em Bogotá, impunha-se um recolher obrigatório, e fui dormir ainda não eram 22h00. Sexta-feira, mais reuniões. E às 14h00 ... liberdade! O meu weekend em Caracas começou cedo, portanto. As viagens de trabalho têm as suas compensações. À noite, subida em teleférico ao Ávila. Parque Nacional al Ávila, la mayor bendición que tiene la Ciudad de Caracas. Empresta uma beleza verde à cidade de cimento armado, é monumento natural, é pulmão da urbe de betão, e separa Caracas do mar. No teleférico, a angústia das alturas e das falhas técnicas a fazer-me suar as palmas das mãos. Mas valeu a pena ver Caracas lá do alto. No Sábado, passeio por vários sectores da cidade, almoço familiar, algum shopping e uma ida ao teatro. En pelota. Eu não! Nem a actriz, apesar do nome da peça ser “Tania en Pelota”. Mas afinal era tudo sobre o baseball. A bola, la pelota. Pois é, parece que no País do ¡Socialismo o Muerte! ainda não conseguiram erradicar o baseball. O desporto nacional é piti-yankee até não poder mais! PITIYANKEE es la nueva palabra de moda en Venezuela desde noviembre del 2008, por el Presidente Venezolano Hugo Chávez. Su significado es 1.- la personas que tienen tendencias Norte Americanas contrarias a sus orígenes y cultura; 2.- amantes de los Yankees. Frases posibles: aquí hay piti-yankee, no seas piti-yankee, para que queremos yankee si tenemos piti-yankee, tu eres piti-yankee, mi novia es piti-yankee, mira esos zapatos piti-yankee. Então, Chávez? E o baseball, hein? Oops, cala-te boca, que qualquer dia ele decide mesmo impedir o baseball, nunca se sabe! Mas voltando à “Tania en Pelota” ... a meio do seu monólogo em jeito quase stand-up comedy, a actriz foi aplaudida com um furor desmedido quando improvisou uma graçola aos cortes de electricidade que Hugo Chávez ensaiou nas últimas semanas. Eu, que quase perdi uma reunião por causa dos cortes de electricidade, ri e aplaudi como uma verdadeira venezuelana. Foi no Sábado, no teatro, que vivi Caracas mais de perto. No Domingo, madruguei outra vez, a sério, tive que acordar às 5h00, aeroporto, voo Caracas-Houston-NY, o dia inteirinho entre aviões e aeroportos e chatices com o Officer Jimenez da US Customs and Border Protection. Valeu-me ontem ser feriado, para descansar. Mas estrago tudo hoje, ao ficar acordada até tão tarde a escrevinhar um longo post desinspirado e desenxabido. Para mais tarde recordar.

Labels: ,

4 Comments:

Anonymous Anonymous said...

Qual desinspirado e desenxabido? Isso de madrugar deixou-te zoina...

Kiss.

:D

20 January, 2010 12:47  
Blogger Cão Traste said...

o hotel charleston e cool, mas a casa medina onde fiquei, que e do mesmo grupo ainda e melhor. a zona t e cool, mas aquele bar irlandes dispensava-se e entao a voz do video...parece voz off de pavilhao em expo universal.

21 January, 2010 15:58  
Blogger Cão Traste said...

o site do andres e belissimo e auqle piscina do pestana deliciosa.

21 January, 2010 16:00  
Blogger Sinapse said...

A Casa Medina é espectacular ... mas o Charleston é (muito) mais perto da Zona T!
O vídeo não faz a mínima justiça ao bairro Zona T e às suas galerias de arte, lojas designer, restaurantes descolados ...

21 January, 2010 23:52  

Post a comment

<< Home

Newer›  ‹Older