Monday, January 24, 2011

blablablabla

Sentiram a minha falta? ... é que este mês de Janeiro tem sido (muito) movimentado. Não dá para contar-vos tudo, assim tim-tim por tim-tim, mas vou tentar. Já sabem - os que acompanham aqui o diário - que começou com o extraordinário e grandioso concerto dos Gogol Bordello no dia 1.1.11. E desde então, foi um não parar!
Houve muito passeio pela cidade, de máquina fotográfica em punho. Muita neve e muito frio. E muito sol. Dias lindos de Inverno. E brunch & dinners. E também houve NY by night. Apotheke em Chinatown. Recomendo o strawberry & champagne, reinterpretado pelos boticários do Apotheke. Peçam o Dr. Ruth, que é rosemary infused vodka, fresh strawberries, lime, topped with rosé champagne. E em Chinatown, não pode faltar uma incursão ao restaurante chinês. Os melhores dumplings de New York no Joe's Shanghai. E numa 6a-feira ou num Sábado, recomendam-se os mojitos do Ideya. Mas Janeiro movimentado não é Janeiro movimentado se não incluir uma festa em Brooklyn. Uma festa underground, alternativa q.b., em Williamsburg. Uma festa surreal, dedicada ao jogo do bingo. The Underground Rebel Bingo Club. Não dá para explicar. Entrem no website, leiam o manifesto, vejam as fotos. E mais festas. Uma festa organizada pelo crew do Ete d'Amour, da série de festas de Inverno. Nouveau York Sundays at Le Bain. O Le Bain é o balneário do Standard Hotel, com acesso ao rooftop. Mas quem vai ao rooftop quando as temperaturas estão abaixo de zero e sopra um vento gélido? Também houve festa dedicada ao David Bowie, no Poisson Rouge. O people era do mais alternativo possível. Hard-core Bowie fans, os que se pareciam com o Bowie, os Lou Reed's, os Iggy Pop's, os psicadélicos, rockeiros, punks, drag queens, saltos-plataforma, muito glitter, e toda a espécie de freaks. E eu, sozinha. E como diz um amigo meu, "há um ditado bem português que diz antes sozinha, do que sem o Bowie". Mas a minha indumentária, senhores! vinha da festa Nouveau York, de vestidinho, o mais totó possível! devia era ter posto a minha peruca roxa e os óculos de sol very anos 70, isso sim! mas é que cheguei ao Poisson Rouge muito alterada, por uma discussão com um taxista, e não me lembrei da peruca nem dos óculos, que tinha trazido na carteira para o efeito! assim sendo, não tirei a boina preta o tempo todo, que sempre me dava um arzinho de Ringo Starr. E ainda assim, sozinha e peixe fora de água, diverti-me imenso, a ver um(a) famoso(a) drag queen, cuja fisionomia fazia lembrar o nosso Castelo Branco, num show de covers de Bowie. Bowie forever!! Pelo meio disto tudo, aproveitando o feriado dedicado ao Martin Luther King, ainda deu para ir ao Woodbury Common e aproveitar os preços de outlet para umas boas compras! Também houve concerto do Prince. E eu, que nunca fui uma fã persistente ou consistente, adorei o concerto. Grande talento, grande artista. E agora começa a Restaurant Week. Já temos uns restaurantes no prelo. Atlantic Grill, no meu bairro, in my 'hood! Rayuela, em grupo, com os Oftálmicos. Aspen Social Club, com a minha prima Sofia. E no fim do mês, no Domingo dia 30 de Janeiro, vou para o México. Olé! ... ou achavam que Janeiro ia acabar sem uma business-trip?
Xoxo,
Sinapse

Labels:

3 Comments:

Blogger Ss said...

espera ai...acho que nao li bem...disseste: ESTE mes de Janeiro tem sido muito movimentado?? Desde quando 'e que tens um mes pouco movimentado?

25 January, 2011 14:05  
Blogger Rita Martins said...

O diário da tua vida... Sim, como ss disse e muito bem, desde quando é que tens uma quiet life, hein? A propósito, lembrei-me da maravilhosa melodia dos Japan e da voz doce do David Sylvian... Daquelas bandas que tao bem combinam com este teu post...

25 January, 2011 15:31  
Blogger Cão Traste said...

ufff que loucura. um agito. xx

27 January, 2011 22:45  

Post a comment

<< Home

Newer›  ‹Older