Thursday, March 31, 2011

in Buenos Aires

Por força do cansaço, o Sábado passou e foi-se, não consegui arrastar-me para fora do Hotel. Não fiz nada a não ser vegetar, ver televisão, navegar no iPad. E mal sabia eu o que ainda me esperava nesta atribulada viagem! Mas, antes de começar a desfiar mais contas no rosário das atribulações da viagem, detenho-me um pouco em Buenos Aires. Em Buenos Aires, a ferrovia subterrânea leva o nome de Subte. Cada cidade parece ter um nickname para a sua rede metropolitana, le métro, the subway, U-Bahn, the underground, T-bana, the tube ... Admito que estes detalhes urbanos não pareçam dignos de nota, mas gostei especialmente do nome do sistema metropolitano de Buenos Aires. É que, pensando em português, a palavra parece um convite, ou uma ordem ... sobe! vem! Subte! Em Buenos Aires, abundam os cafés. Fazem parte da cultura local, estão sócio-culturalmente embrenhados na cidade. Os cafés mais emblemáticos encontram-se ao longo da Avenida Corrientes. Por Corrientes, desde la avenida Callao y hasta la calle San Martín abundaron los cafés con sabor a tango, a política y disquisiciones psicologistas, a conquistas y engaños, y a todo tipo de movidas artísticas. La bohemia porteña se dio cita a lo largo y a lo ancho de esta avenida, pletórica de ilusiones y anhelos. En los distintos cafetines se pronunciaron panegíricos manifiestos acerca de la libertad y los intelectuales de la época evocaron con gran lirismo la autenticidad del alma artística, alejada de los hábitos burgueses y de la mediocridad. Em Buenos Aires, os argentinos falam castellano com cadência italiana. Em Buenos Aires, fui visitar o MALBA - Museo de Arte Latinoamericano de Buenos Aires. Entrei no subte na Plaza de Mayo, onde está a Casa Rosada, e saí na estação de Bulnes, caminhei pelas ruas quietas de Domingo, parei num café de bairro para un tostado. As pessoas faziam fila para os gelados, que têm muita fama em Buenos Aires. Arrependo-me de não ter provado os gelados. Na próxima viagem, provo os gelados. Aposto que vou gostar do gelado de dulce de leche. Quero voltar a Buenos Aires, cidade dos porteños. Lá estarei, para mais um fim-de-semana, na próxima Primavera. Não a nossa, a deles. A Primavera do hemisfério Sul. É sem dúvida a época mais linda para visitar Buenos Aires. Outubro. Novembro. Novembro, lá estarei.

Labels: ,

2 Comments:

Anonymous Anonymous said...

suspense... suspense...

01 April, 2011 00:15  
Blogger Andorinha said...

Ai linda, estes teus relatos, deixam-me com tanta água na boca!

08 April, 2011 19:19  

Post a comment

<< Home

Newer›  ‹Older